...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

CFT emite resolução na modalidade de Biocombustíveis

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) esclarece a legislação e normatiza os campos de atuação e as prerrogativas das pessoas físicas e jurídicas que podem assumir a responsabilidade técnica na operação e controle de processos de produção e comercialização de biocombustíveis, supervisionar a aquisição, beneficiamento e a transformação da matéria-prima e executar análise química em todas as etapas.

O Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) aprovou resolução que define as competências dos profissionais habilitados na modalidade de Biocombustíveis. A normativa de número 203/2022, que entrou em vigor no mês de dezembro, esclarece a legislação e normatiza os campos de atuação e as prerrogativas das pessoas físicas e jurídicas que podem assumir a responsabilidade técnica na operação e controle de processos de produção e comercialização de biocombustíveis, supervisionar a aquisição, beneficiamento e a transformação da matéria-prima e executar análise química em todas as etapas.

Habilitação

Para atuar como técnico industrial em biocombustíveis o profissional precisa obter certificação em curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e estar registrado no Sistema CFT/CRTs. O aprendizado – ligado ao eixo de produção industrial – abrange disciplinas ligadas à ciência, tecnologia e inovação e deve ser desenvolvido no período mínimo de 18 meses, com 1.200 hora/aula, sendo 80% na modalidade presencial.

Matriz energética

O presidente do CFT destaca que a resolução do CFT está atrelada à matriz energética brasileira, fortalecida a partir da inserção dos biocombustíveis como fonte alternativa de energia. Solomar Rockemback salienta que o território brasileiro – por ser vasto e de clima tropical – favorece o cultivo dos produtos que servem como matéria-prima necessária à produção dos biocombustíveis, especialmente o etanol e o biodiesel, e que os técnicos industriais têm competência para contribuir ainda mais com a industrial nacional.

“Por ser um conselho de classe que valoriza os técnicos industriais e contribui com o desenvolvimento social e econômico da Nação, o CFT editou mais esta nova resolução. A normativa, além de normatizar o exercício legal da profissão, estimula a formação de novos profissionais que poderão dispor do seu conhecimento para atuar na área de biocombustíveis e aproveitar as oportunidades de emprego e renda que surgem no setor que registra crescimento acentuado”, pontua o presidente do CFT.

Estudo

Recente estudo do Ministério das Minas Energia, revela que os biocombustíveis continuarão importantes para a segurança do abastecimento, diversificação da matriz energética e redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE). Além do etanol e o biodiesel – extraídos a partir do grão da soja – o Brasil é grande produtor de biogás – obtido a partir de resíduos da agropecuária – e as biomassas, provenientes de florestas energéticas, que seguem técnicas de manejo para garantir a sustentabilidade.

Últimas notícias

TRT-Solidário beneficia municípios do Espírito Santo

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais isenta profissionais habilitados que prestam serviço voluntário nas localidades atingidas por enchentes
Ler mais...

Diretoria do CFT prestigia posse na Câmara dos Deputados

Além de cumprimentar os novos membros do parlamento federal dirigentes do Conselho federal dos Técnicos Industriais iniciaram processo de articulação politica junto ao Congresso Nacional
Ler mais...

CFT promove capacitação sobre a implantação da nova lei de licitações

Curso a respeito da Lei 14.133/2021, que rege os processos licitatórios, tem a finalidade de aprimorar os serviços prestados pelo conselho de classe aos técnicos…
Ler mais...

CFT emite resolução na modalidade de Biocombustíveis

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) esclarece a legislação e normatiza os campos de atuação e as prerrogativas das pessoas físicas e jurídicas que podem assumir a responsabilidade técnica na operação e controle de processos de produção e comercialização de biocombustíveis, supervisionar a aquisição, beneficiamento e a transformação da matéria-prima e executar análise química em todas as etapas.

O Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) aprovou resolução que define as competências dos profissionais habilitados na modalidade de Biocombustíveis. A normativa de número 203/2022, que entrou em vigor no mês de dezembro, esclarece a legislação e normatiza os campos de atuação e as prerrogativas das pessoas físicas e jurídicas que podem assumir a responsabilidade técnica na operação e controle de processos de produção e comercialização de biocombustíveis, supervisionar a aquisição, beneficiamento e a transformação da matéria-prima e executar análise química em todas as etapas.

Habilitação

Para atuar como técnico industrial em biocombustíveis o profissional precisa obter certificação em curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e estar registrado no Sistema CFT/CRTs. O aprendizado – ligado ao eixo de produção industrial – abrange disciplinas ligadas à ciência, tecnologia e inovação e deve ser desenvolvido no período mínimo de 18 meses, com 1.200 hora/aula, sendo 80% na modalidade presencial.

Matriz energética

O presidente do CFT destaca que a resolução do CFT está atrelada à matriz energética brasileira, fortalecida a partir da inserção dos biocombustíveis como fonte alternativa de energia. Solomar Rockemback salienta que o território brasileiro – por ser vasto e de clima tropical – favorece o cultivo dos produtos que servem como matéria-prima necessária à produção dos biocombustíveis, especialmente o etanol e o biodiesel, e que os técnicos industriais têm competência para contribuir ainda mais com a industrial nacional.

“Por ser um conselho de classe que valoriza os técnicos industriais e contribui com o desenvolvimento social e econômico da Nação, o CFT editou mais esta nova resolução. A normativa, além de normatizar o exercício legal da profissão, estimula a formação de novos profissionais que poderão dispor do seu conhecimento para atuar na área de biocombustíveis e aproveitar as oportunidades de emprego e renda que surgem no setor que registra crescimento acentuado”, pontua o presidente do CFT.

Estudo

Recente estudo do Ministério das Minas Energia, revela que os biocombustíveis continuarão importantes para a segurança do abastecimento, diversificação da matriz energética e redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE). Além do etanol e o biodiesel – extraídos a partir do grão da soja – o Brasil é grande produtor de biogás – obtido a partir de resíduos da agropecuária – e as biomassas, provenientes de florestas energéticas, que seguem técnicas de manejo para garantir a sustentabilidade.