...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Carteira digital profissional beneficia técnicos industriais e a sociedade

Técnicos industriais ativos e registrados no Sistema CFT/CRTs podem emitir gratuitamente a carteira digital de identidade profissional. A ferramenta já disponível no Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (Sinceti) e também pode ser baixada pelo aplicativo e-Técnico.

Técnicos industriais ativos e registrados no Sistema CFT/CRTs podem emitir gratuitamente a carteira digital de identidade profissional. O documento virtual que serve como comprovante  de habilitação para o exercício legal da profissão em todo o território nacional, foi instituído pela Resolução nº82/2019 e está disponível no ambiente profissional do Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (Sinceti) e também pode ser baixada pelo aplicativo e-Técnico. A autenticação é online através do QR Code.

Transformação digital

Sistema digital

A Diretoria de Fiscalização e Normas reitera que a carteira digital de identificação profissional existe desde que o Sistema CFT/CRTs CFT foi criado, tem fé pública e validade em todo o Brasil. A mesma foi elaborada com base nos requisitos previstos pela Lei Federal nº 7.116/1983 e apresenta os dados básicos dos profissionais que podem atuar na elaboração de estudos, projetos e execução de serviços no setor público ou na iniciativa privada.

O objetivo, segundo a diretoria do CFT, é proporcionar agilidade, transparência e segurança nos serviços prestados aos técnicos industriais e à sociedade. Além de não onerar os profissionais ao oferecer a ferramenta online e gratuita de identificação, o cidadão comum também é beneficiado pelo CFT que desta forma incrementa a fiscalização sobre o exercício legal da profissão que reúne milhares de técnicos em todas as unidades da federação.

 

Carteira física

Além da carteira digital os profissionais técnicos podem solicitar a emissão da carteira física, mediante requerimento específico. No modelo a ser entregue pelo conselho (CRT) da respectiva região de domicílio do requerente, consta obrigatoriamente o nome da pessoa física, o número do registro profissional e a titulação técnica do profissional.

 

Condições e procedimentos

A resolução do CFT estabelece as condições e procedimentos que deverão ser observados para emissão da carteira profissional. As regras são as mesmas para as versões física ou digital.

O técnico industrial detentor de registro definitivo – para baixar a primeira carteira digital ou solicitar a carteira profissional física – precisa estar em dia com as obrigações eleitorais e em situação de regularidade na questão da anuidade. Também não pode estar suspenso por processo ético, disciplinar ou administrativo. Para emissão de segunda via é necessário comprovar motivo da perda, roubo ou extravio, por meio de ocorrência policial.

Profissionais com registro provisório precisam apresentar o certificado de conclusão do curso profissional e cumprir os demais requisitos para inscrição.

Últimas notícias

CFT alerta sobre prazo para justificativa eleitoral

Profissionais habilitados que não votaram nas eleições do Sistema CFT/CRTs, em 2022, têm até 12 de fevereiro para justificar ausência de modo online e manter…
Ler mais...

CFT propõe integração com o Conselho de Química

Iniciativa fortalece os interesses dos técnicos Industriais e profissionais de química que atuam em diferentes áreas ligadas ao desenvolvimento social e econômico do Brasil.
Ler mais...

CFT capacita equipes de fiscalização do CRT-03

Projeto itinerante desenvolvido pela Diretoria de Fiscalização e Normas do CFT, treina equipes do regional que abrange os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Sergipe.
Ler mais...

Carteira digital profissional beneficia técnicos industriais e a sociedade

Técnicos industriais ativos e registrados no Sistema CFT/CRTs podem emitir gratuitamente a carteira digital de identidade profissional. A ferramenta já disponível no Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (Sinceti) e também pode ser baixada pelo aplicativo e-Técnico.

Técnicos industriais ativos e registrados no Sistema CFT/CRTs podem emitir gratuitamente a carteira digital de identidade profissional. O documento virtual que serve como comprovante  de habilitação para o exercício legal da profissão em todo o território nacional, foi instituído pela Resolução nº82/2019 e está disponível no ambiente profissional do Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (Sinceti) e também pode ser baixada pelo aplicativo e-Técnico. A autenticação é online através do QR Code.

Transformação digital

Sistema digital

A Diretoria de Fiscalização e Normas reitera que a carteira digital de identificação profissional existe desde que o Sistema CFT/CRTs CFT foi criado, tem fé pública e validade em todo o Brasil. A mesma foi elaborada com base nos requisitos previstos pela Lei Federal nº 7.116/1983 e apresenta os dados básicos dos profissionais que podem atuar na elaboração de estudos, projetos e execução de serviços no setor público ou na iniciativa privada.

O objetivo, segundo a diretoria do CFT, é proporcionar agilidade, transparência e segurança nos serviços prestados aos técnicos industriais e à sociedade. Além de não onerar os profissionais ao oferecer a ferramenta online e gratuita de identificação, o cidadão comum também é beneficiado pelo CFT que desta forma incrementa a fiscalização sobre o exercício legal da profissão que reúne milhares de técnicos em todas as unidades da federação.

 

Carteira física

Além da carteira digital os profissionais técnicos podem solicitar a emissão da carteira física, mediante requerimento específico. No modelo a ser entregue pelo conselho (CRT) da respectiva região de domicílio do requerente, consta obrigatoriamente o nome da pessoa física, o número do registro profissional e a titulação técnica do profissional.

 

Condições e procedimentos

A resolução do CFT estabelece as condições e procedimentos que deverão ser observados para emissão da carteira profissional. As regras são as mesmas para as versões física ou digital.

O técnico industrial detentor de registro definitivo – para baixar a primeira carteira digital ou solicitar a carteira profissional física – precisa estar em dia com as obrigações eleitorais e em situação de regularidade na questão da anuidade. Também não pode estar suspenso por processo ético, disciplinar ou administrativo. Para emissão de segunda via é necessário comprovar motivo da perda, roubo ou extravio, por meio de ocorrência policial.

Profissionais com registro provisório precisam apresentar o certificado de conclusão do curso profissional e cumprir os demais requisitos para inscrição.